Empresários Capacitados em Prontidão Para Exportação

Empresários Capacitados em Prontidão Para Exportação

Já foi lido 35vezes!

Um total de 30 empresários das Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPME’s) moçambicanas estão desde esta terça-feira (28) a serem capacitados em prontidão para a exportação.

O objectivo é estruturar, diversificar e melhorar a qualidade dos produtos e serviços empresariais.

A capacitação, de três dias, visa, igualmente, reforçar a capacidade técnica das MPME’s, identificar empresas com potencial para exportação e apoiá-las na elaboração do plano de exportação e capacitação de empresários de diferentes sectores de actividade económica.

Falando na abertura do “workshop”, o director do pelouro de serviços no Instituto para a Promoção das Pequenas e Médias Empresas (IPEME), Ramatane Ernesto, disse que a instituição tem o mandato de implementar acções de assistência técnica e capacitação das MPME’s para o aproveitamento das oportunidades existentes no mercado nacional e internacional.

″Com esta capacitação pretendemos passar ferramentas que visam apoiar as Micro, Pequenas e Médias Empresas para a sua estruturação, desenvolvimento de capacidades para o aproveitamento destas oportunidades no mercado e nacional e internacional″, salientou.

Acrescentou que durante a formação serão, igualmente, partilhadas informações sobre o processo de avaliação de prontidão para a exportação em questões de regulamentação , legais, barreiras tarifárias e não tarifárias, bem como sobre as condições exigidas pelo mercado de exportação para que essas empresas estejam totalmente prontas para explorar oportunidades.

Ernesto acredita que através dessas acções de formação, as MPME’s estarão potencializadas para explorar o mercado das exportações e contribuír para minimizar o défice da balança comercial.

″A balança comercial do país ainda é deficitária pois estamos a importar mais e exportar menos. Mas as oportunidades existem e as empresas devem aproveitar razão pela qual estamos a implementar esses workshops que visam potenciar as MPMEs para aproveitarem e explorarem mais e contribuírem cada vez mais para a minimização do défice da nossa balança comercial″, explicou.

Neste momento, revelou a fonte, a contribuição das MPME’s em termos de exportação está abaixo de um por cento.

Por sua vez, o presidente do sector de Cooperação Internacional na Câmara de Comércio de Moçambique, Mohammad Asif, referiu que pretende-se, através da formação, buscar soluções para responder as diversas barreiras que o empresariado nacional enfrenta na colocação dos seus produtos e serviços no mercado internacional.

″Pretendemos no quadro de reflexão conjunta buscar as melhores soluções para a nossa prontidão para enfrentarmos o mercado cada vez mais aberto e competitivo a nível nacional, continental e internacional”, referiu.

Anotou que “de igual modo queremos desenvolver uma abordagem que permita as nossas empresas um melhor aproveitamento, facilidades dos acordos intra e inter-regionais do comércio″.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

pt_PT