Busca de Parceiro do Projecto Hidroeléctrico de Mphanda Nkuwa Estendida até Março

Busca de Parceiro do Projecto Hidroeléctrico de Mphanda Nkuwa Estendida até Março

Já foi lido 124vezes!

O governo moçambicano, através do Ministério dos Recursos Minerais e Energia (MIREME), está no mercado em busca de parceiro estratégico para o desenvolvimento do projecto hidroeléctrico de Mphanda Nkuwa, localizado no rio Zambeze, à jusante da barragem de Cahora Bassa.

O prazo inicial para a submissão de qualificações no âmbito do concurso expirava hoje (28 de Fevereiro) mas foi estendido para 31 de Março.

O que se pretende é que o parceiro estratégico a ser qualificado seja o accionista maioritário na empresa que desenvolverá o projecto, e invista juntamente com as entidades detidas pelo governo, nomeadamente a Electricidade de Moçambique (EDM) e a Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB), que representarão o interesse do sector público no empreendimento.

Em entrevista ao “Notícias”, o director do Gabinete de Implementação do Projecto Hidroeléctrico de Mphanda Nkuwa, Carlos Yum, assegurou que depois de assumir o projecto, o governo está a tomar todos os cuidados necessários para que o projecto se torne viável e bancável.

Considera a entrada da HCB e EDM na estrutura accionista do projecto como um sinal positivo não só interno mas também externo, sobretudo, devido à responsabilidade que as duas empresas representam no mercado de produção e distribuição de energia, não só em Moçambique, como também na região.

Com uma potência instalada de 1500 MW, com quatro unidades de 375 MW cada, Mphanda Nkuwa será uma hidroeléctrica de tipo fio-de-água (run of river), ou seja, uma hidroeléctrica que não acumula água na albufeira, gerando energia pela turbinagem do recurso que vem de montante e que é lançado para jusante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

pt_PT