União Europeia Reitera Compromisso de Apoiar Moçambique

União Europeia Reitera Compromisso de Apoiar Moçambique

Já foi lido 138vezes!

A União Europeia (UE) reitera o seu compromisso de continuar a apoiar Moçambique na mitigação dos desastres naturais que, ciclicamente, afectam o país.

O compromisso foi assumido pela Comissária da União Europeia para as Parcerias Internacionais, Jutta Urpilainen, no encontro que manteve com o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, na tarde desta segunda-feira.

O encontro marcou o início de uma visita de trabalho de três dias à Bruxelas, Reino da Bélgica, a convite do Presidente do Conselho Europeu, Charles Michel.

A visita surge no quadro do reforço das relações de cooperação entre Moçambique e a União Europeia que datam há mais 37 anos, com maior incidência na cooperação diplomática e económico comercial.

Falando à imprensa minutos após o término do encontro, que decorreu a fechada, o vice-ministro moçambicano dos negócios estrangeiros e cooperação, Manuel Goncalves, confirmou que, mais uma vez a UE manifestou a sua disponibilidade de continuar a assistir Moçambique

“Como sabem, Moçambique tem sido ciclicamente afectado por calamidades naturais e a União Europeia foi um dos principais parceiros que mobilizou a realização da conferência internacional após o (ciclone tropical) Idai e agora fomos, mais uma vez afectados pela tempestade ANA”, explicou a fonte, citada pela Rádio Moçambique.

O diplomata moçambicano frisou que a União Europeia é um dos principais parceiros de cooperação de Moçambique, com maior incidência na assistência humanitária, investimentos, infra-estruturas e consolidação da paz.

Portanto, disse Goncalves, a visita visa reforçar o relacionamento existente entre Moçambique e União Europeia. “Neste âmbito, para além do encontro que manteve hoje com a comissária para as parcerias internacionais, vai ter um encontro com o vice-Presidente da Comissão da União Europeia, com o Presidente do Conselho Europeu e com a Comissária para ajuda Humanitária e Gestão de Crises.

Moçambique é o segundo maior país em África beneficiário da ajuda financeira da União Europeia que gira em torno de 700 milhões de euros por ano para a implementação de vários projectos de desenvolvimento social e económico.

Nesta deslocação, o Presidente Nyusi faz-se acompanhar pelo Ministro dos Recursos Minerais e Energia, Ernesto Max Tonela; Vice-Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Manuel Gonçalves; Embaixadora de Moçambique no Reino da Bélgica e na União Europeia, Berta Celestino Cossa, quadros da Presidência da República e de outras instituições do Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

pt_PT