Educação Inclusiva e de Qualidade: PR

Educação Inclusiva e de Qualidade: PR

Já foi lido 312vezes!

O Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, desafia aos parceiros de cooperação, todos os sectores directamente ligados à formação dos moçambicanos e a sociedade, no geral, para que continuem a criar condições para uma educação inclusiva, patriótica e de qualidade no país.

Segundo Nyusi, o sucesso das acções de educação é garantido pelo empenho de cada um, daí que todos devem promover a mesma educação, inclusiva, prestando maior atenção aos alunos com necessidades educativas especiais e com deficiência.

O Chefe de Estado moçambicano falava, segunda-feira, na localidade Chinonanquila, distrito de Boane, província de Maputo, durante a cerimónia central de abertura do ano lectivo 2022, acto que foi marcado pela inauguração da Escola Secundária Engenheiro Filipe Jacinto Nyusi.

Trata-se de uma infra-estrutura composta por 48 salas de aulas, com capacidade para cinco mil alunos, um auditório, sala de informática, dois blocos administrativos, uma lanchonete, oito sanitários, e orçada em cerca de 134 milhões de meticais (um dólar equivale a quase 64 meticais ao câmbio do dia) valor desembolsado pela empresa de fundição de alumínio, a Mozal.

″Para a população e o povoado de Chinonanquila, professores e alunos, o dia de hoje tem um duplo significado porque para além de marcar o arranque formal do ano lectivo recebem uma majestosa e moderna escola construída de raiz, a maior do nosso distrito e devidamente apetrechada″, disse.

Ele explicou que a escola ora inaugurada é um dos 21 estabelecimentos de ensino secundários construídos no presente quinquénio destacando-se ainda por ser maior até aqui construída no período pós- independência.

″Efectivamente, com esta nova escola fica minimizado o sofrimento de grande parte das meninas e 152 turmas que recebiam aulas ao ar livre na província de Maputo das quais 76 no distrito de Boane″, sublinhou.

A escola junta-se igualmente a outras quatro que vão introduzir o ensino secundário nesta província passando de 45 escolas secundárias públicas em 2021 para 49 em 2022 representando um crescimento de 11 por cento.

Na ocasião, Filipe Nyusi anunciou que para o presente ano lectivo no quadro das medidas de melhoria de qualidade de formação cerca de 818 formadores serão capacitados em pedagogia e 200 em tecnologia.

″No sistema educativo estamos a melhorar a capacitação dos professores tanto na formação inicial assim como na formação em exercício, preparando-os para o atendimento a alunos, crianças, jovens e adultos com necessidades educativas especiais comunicando na língua que melhor entendem″, referiu.

Ainda para este ano, afirmou ele, prevê-se um efectivo escolar do ensino público na ordem de 8,460.275 contra 8,359.921 de 2021.

Ao nível da educação geral, serão contratados 6.565 professores ou docentes com formação psicopedagógica, dos quais 5.931 para o ensino primário e 634 para o ensino secundário.

″Com estas contratações poderemos melhorar o rácio aluno/professor e aluno /turma sendo que a maioria dos professores a contratar irá leccionar nas províncias com elevado rácio aluno/professor nomeadamente Nampula e Zambézia onde o rácio chega a atingir 83 e 74 professores respectivamente″, anotou.

Para a prossecução da implementação do plano de aceleração da alfabetização de jovens e adultos (2021-2029) , explicou o governante, o país vai contratar 10.286 alfabetizadores voluntários sendo a maioria para as províncias de Nampula e Zambézia onde a densidade populacional e a taxa de analfabetismo são também mais altas.

Em relação ao livro escolar, no ensino primário, serão distribuídos gratuitamente na modalidade monolingue em português 16,947.600 livros didácticos aos alunos, 168 mil manuais e 168.300 guiões do professor.

″Na modalidade bilingue serão distribuídos, 4,416. 330 livros didácticos dos quais 114.280 manuais dos professores″, vincou.

Na grafia braile serão distribuídos 5.520 livros dos quais 250 são manuais do professor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *