Autocarros e Passageiros da AMT Dispõem de Seguro da EMOSE

Autocarros e Passageiros da AMT Dispõem de Seguro da EMOSE

Já foi lido 121vezes!

Os meios de transporte geridos pela Agência Metropolitana de Transportes (AMT) passam a dispor de seguro contra todos os riscos, que inclui o passageiro, ao abrigo de um memorado de entendimento rubricado com a Empresa moçambicana de Seguros (EMOSE).

A medida concorre para que a Agência consiga uma sustentabilidade permanente da sua actividade já que em caso de acidente de viação poderá facilmente repor os meios para que continuem a prestar os seus serviços extremamente importantes para a sociedade.

O memorando foi rubricado hoje (14), em Maputo, pelos Presidentes dos Conselhos de Administração (PCA) da AMT, António Matos, e da EMOSE, Joaquim Langa.

“A vantagem é termos a garantia de que estamos a fazer o seguro contra todos os riscos e engloba também o nosso passageiro. Os nossos autocarros e os nossos passageiros saem mais beneficiados com esta intervenção da EMOSE”, disse António Matos, PCA da AMT.

Segundo Matos, “queremos que os nossos passageiros se sintam seguros dentro dos autocarros e que tenham toda a confiança do ponto de vista de seguro”.

O memorando abrange a frota actualmente em circulação e a que deverá ser adquirida e alocada a região do Grande Maputo

Matos disse que pelo menos 80 autocarros deveriam ter chegado no mês em curso o que ainda não aconteceu por “razões alheias à nossa vontade”.

“Eventualmente, os autocarros cheguem no mês de Janeiro de 2022”, referiu.

Sobre o ‘Cartão Famba’, uma iniciativa da Agência que visa massificar e rentabilizar a adesão dos passageiros aos serviços de transporte, Matos revelou que está a ter impacto.

“O Cartão Famba ainda precisa ser consolidado ao nível dos transportes e, para isso, estamos a trabalhar com todos os gestores, com a FEMATRO e com as empresas municipais no sentido de garantir que o dinheiro vá directamente para a conta desses. Temos que acabar com o manuseio de dinheiro vivo”, avançou.

Matos anunciou que estão em criação cartões “Famba” para estudantes, idosos, combatentes, e portadores de deficiência física, com tarifas subsidiadas pelo governo, deixando a parte da gestão com os operadores.

Por sua vez, o PCA da EMOSE, Joaquim Langa, manifestou preocupação com a situação de acidentes rodoviários e disse que o seguro também significa estar ligado a segurança.

“É por isso que nós assinamos este acordo com a AMT que também prevê a educação cívica sobre a sinistralidade rodoviária, a colocação de mensagens nos autocarros para que as pessoas possam pôr em sua mente a necessidade de tomar precauções quando se fazem a estrada”, disse.

A AMT é uma empresa que gere o sistema integrado de transportes nos municípios de Maputo, Matola e Boane, incluindo a vila de Marracuene, e outras áreas contíguas, na província de Maputo. Actualmente, a AMT gere uma frota de pelo menos 385 autocarros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

pt_PT