Governo Mobiliza Fundos Para PRAVIDA-II

Governo Mobiliza Fundos Para PRAVIDA-II

Já foi lido 125vezes!

O ministro das Obras Públicas, João Machatine, anunciou esta sexta-feira que o governo moçambicano está a mobilizar fundos necessários para a segunda fase da iniciativa presidencial “Água para a Vida” (PRAVIDA-II), cujo início está agendado para 2022.

No âmbito do PRAVIDA-II, orçado em 50 milhões de dólares norte-americanos, Machatine afirmou que o governo quer aumentar e atingir a cobertura para 80 por cento da população nas áreas urbanas e 73 por cento nas áreas rurais até 2024, mas também garantir uma abordagem qualitativa e quantitativa acesso à água potável.

Machatine anunciou o facto durante a inauguração de um sistema de abastecimento de água no posto administrativo de Ressano Garcia, que dista cerca de 90 quilómetros de Maputo junto a fronteira com a África do Sul.

A obra, orçada em 66 milhões de meticais (pouco mais de mais de um milhão de dólares americanos, ao câmbio actual), vai ajudar a providenciar água aos residentes durante vários anos.

A água para alimentar o novo centro de distribuição, construído no topo de uma colina, é colhida no rio Incomáti que dista cerca de dois quilómetros. O centro possui um depósito de água com uma capacidade para 100 metros cúbicos, com 18 metros de altura e outro depósito de 150 metros cúbicos na superfície. Existe também uma conduta adutora com uma extensão de 2.000 metros.

Até agora, foram feitas 100 ligações residenciais e mais quatro fontanários públicos. O sistema fornecerá água potável a 3.500 pessoas dos mais de 11.000 residentes de Ressano Garcia. Os consumidores terão acesso à água potável por um período de oito horas, que será ampliado à medida que o número também crescer.

A inauguração do sistema de abastecimento de água, disse Machatine, marca o início de um novo amanhecer na história de Ressano Garcia, que está há vários se queixava de falta de água potável.

“O sistema será de extrema importância para garantir o acesso à água potável aos residentes do Bairro 25 de Junho, onde vive cerca de 40 por cento da população de Ressano Garcia”, disse Machatine, acrescentando que o governo pretende expandir e acelerar o acesso a água potável.

Ele instou os moradores para usarem a água de forma sustentável e racional, para garantir que o sistema não seja prejudicado por pessoas mal-intencionadas, para que os recursos financeiros disponíveis possam permitir ao governo ampliar o acesso a outros consumidores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

pt_PT