CAF Multa Songo em 10 mil Dólares

CAF Multa Songo em 10 mil Dólares

Já foi lido 117vezes!

A Confederação Africana de Futebol (CAF) decidiu multar a União Desportiva do Songo, de Moçambique, em 10 mil dólares norte-americanos, e ainda suspendeu os jogadores Laque Timane e Bhéu Januário, alegadamente por terem agredido a equipa de arbitragem no decorrer do jogo da segunda “mão” da pré-eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões.

Neste jogo, os “hidroeléctricos” perderam diante da Association Sportive Otohô do Congo Brazaville, por 1-0, realizada no Estádio Massamba Débat, em Brazaville, resultado idêntico ao de Maputo a favor da equipa moçambicana, no Zimpeto, que obrigou a recorrer-se à marcação das grandes penalidades, que ditaram o afastamento dos moçambicanos.

A CAF refere que Bhéu terá agredido o árbitro aos 73 minutos quando este assinalou a grande penalidade que conferiu vitória aos congoleses, e Lau King, que também viu vermelho directo teve um comportamento agressivo ao juiz da partida, contestando a grande penalidade defendida por Valério, alegando irregularidade do guarda-redes do Songo.

A CAF ainda julgou improcedente o protesto da União Desportiva do Songo por considerar não haver evidências nas alegações apresentadas na sua contestação ao trabalho de arbitragem e da organização dos congoleses no referido jogo.

Segundo o “Notícias”, face à decisão da Comissão de Disciplina da CAF, a União Desportiva do Songo interpôs um recurso à Comissão de Apelo do organismo máximo do futebol africano, contestando a decisão, lembrando que os congoleses impediram que a comunicação social, nacional e internacional captasse as imagens do referido jogo, confiscando todo o material, incluindo telefones celulares, que só foram devolvidos no final da partida, e ainda fez constar as provas relativas ao protocolo sanitário, na qual foram adulterados os resultados, a agressão a Bhéu Januário e Jorge Vulande (Mavó), por membros da segurança.

No entanto, o protesto apresentado à Comissão de Apelo da CAF não vai alterar a marcação do jogo entre o AS Otohô- Petro de Luanda, Angola, da primeira “mão” da última eliminatória que garante a entrada na fase milionária da Liga dos Campeões, a ser disputado no próximo domingo no Estádio Massamba Dibát, em Brazaville.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

pt_PT