Removidas Restrições de Viagem da Lista Vermelha do Reino Unido

Removidas Restrições de Viagem da Lista Vermelha do Reino Unido

Já foi lido 152vezes!

O governo britânico anunciou quinta-feira que a partir de 11 de Outubro Moçambique será retirado da lista vermelha dos países que têm o nível mais elevado de restrições de viagens em virtude da pandemia Covid-19.

Essas restrições foram postas em prática em um total de 54 países devido a preocupações com a disseminação de variantes do coronavírus que causa a doença respiratória Covid-19. No entanto, o governo decidiu reduzir essa lista para apenas sete.

Na lista vermelha, as pessoas só podem entrar no Reino Unido se forem cidadãos britânicos ou irlandeses ou tiverem direito de residência no Reino Unido. Mesmo assim, as pessoas que entram no Reino Unido são obrigadas a quarentena em hotéis específicos a um custo de mais de duas mil libras (cerca de 175.000 meticais à taxas de câmbio atuais).

De acordo com as regras para os viajantes que não vêm de um país da lista vermelha, aqueles que estão totalmente vacinados com uma vacina aprovada e têm um certificado reconhecido para provar que podem entrar no país com a única obrigação de fazer um teste PCR no segundo dia após a chegada para confirmar que eles estão livres de vírus. No final deste mês, as restrições serão ainda mais atenuadas, e os passageiros poderão usar um teste de fluxo lateral mais barato em vez de um teste de PCR.

Para os viajantes moçambicanos, atingir este limite pode não ser tão fácil. Apenas quatro vacinas foram aprovadas: Oxford/AstraZeneca, Pfizer BioNTech, Moderna e Janssen. Isso inclui a versão AstraZeneca Covishield que foi usada em Moçambique, mas não inclui a vacina Vero-Cell chinesa.

Outro obstáculo é que o Reino Unido não reconhece a documentação de Moçambique (que está escrita na língua oficial, o português) como prova de que as pessoas foram totalmente vacinadas. Como resultado, os viajantes deverão fazer um teste antes da partida e reservar e pagar pelos testes PCR no segundo e oitavo dia após a chegada à Grã-Bretanha. Os viajantes também serão solicitados a fazer quarentena no local em que estão hospedados por dez dias. Isso pode ser reduzido se um terceiro teste for feito no dia cinco e for negativo.

As restrições de viagem estão sujeitas a alterações a curto prazo e os viajantes são aconselhados a verificar as regras oficiais antes de viajar, em www.gov.uk/government/collections/coronavirus-covid-19-transport-and-travel-guidance.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

pt_PT