Acesso a um Ponto de Serviços Financeiros até 2022 Para Metade a População

Acesso a um Ponto de Serviços Financeiros até 2022 Para Metade a População

Já foi lido 99vezes!

Segundo o Presidente da República até o próximo ano metade da população moçambicana terá serviços finaceiros formais, a menos de 5 kilometros das suas casas ou dos locais onde exercem actividades laborais.

Segundo o Presidente da República para que tal ocorra, é de crucial importância que as instituições bancárias simplifiquem as condições e regras para abertura de contas, de igual modo é necessário que hajam mais balcões do Banco Central e programas de literacia financeira.

 “A banca comercial deve identificar postos administrativos e localidades com potencial para o estabelecimento de mais agências ou de agentes bancários”, recomendou o Filipe Nyusi para que se acabasse com a limitação no acesso aos serviços financeiros, enquanto inaugurava uma agência bancária na sede distrital de Zumbo.

Com esta inaugaração, o país passa a contar com 129 distritos com pelo menos uma instituição financeira formal, contra os 85 que haviam em 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

pt_PT